Uma pesquisa ocorrida durante o Record Store Day no último sábado (19) trouxe um levantamento curioso: jovens britânicos entre 18 e 34 anos representam uma significativa parcela de consumidores ávidos por fitas cassete, item utilizado em escala global pelos amantes da música nos anos 70 e 80. Os dados são da ICM Research

Em março, esse número teve uma variação entre 10% e 13% no volume de compras do referido produto. Tudo isso se deve ao marketing atual das gravadoras independentes da região.

O representante da ICM, Maurice Fyles disse que o impacto do aumento de vendas e interesse do público jovem a um objeto obsoleto na indústria musical pode estar associado a colecionadores: “Há definitivamente um sentimento de novidade com os cassetes no momento. Particularmente, nós suspeitamos que uma alta proporção dos interessados são colecionáveis”, disse.