Pense num rock dançante, poético e com bastante atitude. Agora imagine tudo isso interpretado por uma banda formada por três irmãs e um cara que tem sido considerado uma revelação como guitarrista e produtor musical.

O Hai Kai surgiu para surpreender e mostrar que o rock brasileiro está ainda mais interessante. E vai invadir o seu jardim. O CD promete trazer o que se chama de rock de verdade, com a pureza que ele merece, mas com a modernidade que o tempo exige. Temáticas extremamente atuais e reflexões fortes sem perder a poesia.

Por ter Brasília como cidade natal da porção feminina da banda, pode-se dizer que o Hai Kai teve origem na capital brasileira do rock, mas. se desenvolveu em Sorocaba, no interior de São Paulo, e é onde cultiva seu maior público.

Já dividiu palco com Pitty, CPM22, Capital inicial, Ira!, Detonautas, Magazine, Champignon, Kiko Zambianchi , que destacaram a banda pelo seu arranjo impecável, sob influências do rock da década de 70, e qualidade de suas letras. Também, com o primeiro reconhecimento internacional, a banda volta de uma turnê pelo Canadá com novas experiências da província de Nova Scotia.

Liderada pela poderosa voz de Tetê Braga a banda Hai Kai é inspirada pela poesia que carrega no nome. O Hai Kai é um poema-minuto, de apenas 3 versos, elevado à poesia pelo japonês Matsu Bashô. Mas o que isso tem a ver com o rock? Tudo, se considerarmos que poesia e música têm em comum ritmo, som e versos.

As músicas têm uma letra encorpada e um rock energético, com um refrão viciante, que nos convida para uma viagem sem volta ao universo Hai kai. É a concretização da poesia em forma de rock. Como dissera Zé Rodrix, ao conhecer a Hai Kai, “…é muito importante a gente poder ver gente fazendo de novo música como ela deve ser feita, de verdade, gente tocando de verdade, cantando de verdade… dando o melhor de si para a arte que tá fazendo…”

E agora, já conseguiu imaginar? Você não perde por esperar.